Mais cedo ou mais tarde a profissão de front-end como nós conhecemos até hoje vai deixar de existir. Ser um desenvolvedor front-end atualmente limita suas responsabilidades em um projeto, e podemos dizer que é até dispensável. A ideia do full-stack developer não é mais um diferencial, mas uma necessidade no mercado. Por isso se você estiver iniciando nesta área é bom ter em mente que precisa quebrar a barreia do “PSD para HTML”. Confira a matéria de Diego Eis no Tableless para compreender os rumos que está profissão tomará em breve.

O fim da profissão front-end